Padre Zezinho: cadeirinha para crianças sim, mas luta pela vida dos bebês não?

Um dos sacerdotes católicos mais conhecidos e respeitados do Brasil, o pe. Zezinho compartilhou no Facebook um ponto bastante específico da sua opinião sobre a polêmica disseminada nas redes sociais esta semana por causa do projeto de lei sobre os motoristas brasileiros que trafegam levando no carro crianças sem a cadeirinha de segurança: a proposta mantém a perda de pontos na carteira de habilitação do condutor, mas elimina as multas.

O ponto-chave tocado pelo pe. Zezinho é a hipocrisia.

“Não vale protestar contra um decreto que libera o uso da cadeirinha para que as crianças não morram no acidente e, depois, fazer passeata em favor do aborto. É ridiculamente incoerente”.

De fato, vários defensores públicos do assassinato de crianças no ventre materno foram à mídia nesta semana para se dizerem preocupados com o bem-estar infantil. A coerência foi atropelada de cadeirinha e tudo.

Em tempo: é dever de qualquer pai e mãe proteger a vida de seus filhos desde a concepção – inclusive usando os assentos mais adequados às crianças em seus veículos e sem precisarem que a lei os ameace de multa para que exerçam a sua responsabilidade. 

Fonte: Aleteia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *